Comentarista da Globo e nome de grande importância no carnaval carioca, Milton Cunha é o idealizador do evento e explicou a escolha de Thammy para o posto.

“Uma das construções sociais diz que toda mulher quer ser princesa. Quando Thammy vira o príncipe, trazendo sua mulher (Andressa Ferreira), desconstrói essa questão. A escolha do Thammy é o empoderamento. A mulher pode ser o que ela quiser. Príncipe, inclusive. Homem, inclusive. É uma celebração da desconstrução do papel social”, afirmou Cunha.

O baile, que apresenta tradicionalmente concursos com travestis e transexuais, está marcado para o próximo dia 22, na quadra da Vila Isabel. Elza Soares foi a escolhida para ser a rainha da festa, enquanto que o estilista Dudu Bertholini será o rei.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!