Ser homossexual no meio do futebol ainda é um tubu, Nesta quinta-feira (24), o ex-goleiro da Major League Soccer (MLS), o principal campeonato de futebol dos Estados Unidos e do Canadá, Matthew Pacifici, resolveu ir contra a corrente e revelar ao mundo ser homossexual.

Por meio do Instagram, o atleta de 25 anos compartilhou uma foto ao lado de Dirk Blanchat, seu namorado. Eles aparecem de mãos dadas, sentados no chão. Na legenda, o ex-jogador do time Columbus Crew escreveu: “O que quer dizer com ‘Eu não te contei’?”. Em entrevista ao jornal norte-americano Outsports, ele explicou o que o levou a tornar público o relacionamento.

“Quando você está em uma relação que te faz feliz, e, nas redes sociais, vê as pessoas publicando coisas de suas vidas de casal, é estranho não ser parte disso. Quero que todos saibam que essa relação é a que me está fazendo mais feliz entre todas as que tive na minha vida”, declarou ele.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

What do you mean “I didn’t tell you?”

Uma publicação compartilhada por Matthew Pacifici (@matthewpacifici) em

Na ocasião, ele ainda comentou a contradição que vivia quando era jogador. “Era muito mais importante interpretar o papel de atleta profissional heterossexual do que ser fiel a mim mesmo”, resumiu. Disse, ainda, que espera servir de exemplo para outros que vivem nessa condição. “Quanto mais gente sair do armário, mais fácil será para os outros seguirem os mesmos passos”, afirmou.

Matthew Pacifici foi obrigado a encerrar a carreira como jogador precocemente, em 2016. O motivo é uma lesão que o impediu de voltar aos campos, ocasionada por um chute acidental na testa, durante um treino. Depois do baque, ele foi diagnosticado com Síndrome de Taquicardia Postural. Isto é, seus batimentos cardíacos disparam toda vez que ele levanta se estiver deitado.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!