Está circulando na rede um polêmico vídeo no qual um monge budista participa de uma orgia gay dentro do próprio templo. Nas imagens, Kai Hung, de 29 anos, aparece em três momentos diferentes praticando sexo com vários homens, além de fazer o uso de drogas.

De acordo com o tabloide britânico The Sun, frases como “você quer mais”, “eu amo meu marido” e “meu marido é super incrível” são ditas pelo religioso no registro. As imagens foram divulgadas por uma agência de notícias local de Taiwan.

Hung foi preso durante uma batida policial no Templo de Chongfo, em Taiwan. No momento do flagrante, Hung portava 19 comprimidos de anfetamina. Viagra, camisinhas e uma garrafa de água benta cheia de lubrificante também foram encontradas com ele.

O sacerdote foi solto mediante o pagamento de uma fiança. Ele confessou ter usado drogas e feito sexo dentro do templo. Entretanto, ele negou a acusação que teria levado pessoas para o local com o intuito de lhe oferecer drogas.

Segundo consta, o vídeo teria sido vazado de maneira proposital por um ex-amante do budista Shan Zhi, como um ato de vingança. Clique aqui para ver.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!