Não há como negar que este assunto é muito complicado, no entanto, se não for tratado, suas consequências podem ser irreversíveis. Estamos falando do suicídio, problema que originou a campanha Setembro Amarelo, que visa conscientizar as pessoas sobre o verdadeiro valor da vida.

Listamos 5 sinais de que uma pessoa pode apresentar caso esteja pensando em levar a sério essa situação tão delicada e entender melhor o valor da vida:

  1. Depressão: cerca de 25% dos suicidas foram diagnosticados com a doença, que tem como principal sintoma a tristeza profunda.
  2. Alegria Inesperada: para despistar as pessoas próximas, o indivíduo que antes parecia deprimido, finge uma felicidade momentânea.
  3. Uso de drogas: remédios, entorpecentes e álcool podem servir como uma válvula de escape para o sofrimento, podendo ser usado em excesso.
  4. Histórico de tentativas: para cada morte, pode haver entre 10 e 20 tentativas anteriores, nas quais a pessoa pode ter perdido a coragem de ir até o fim.
  5. Frases de alerta: demonstrar descontentamento com frequência é um forte indício de que a pessoa perdeu a razão de viver.

Quando existe depressão?

Se for necessário um tratamento mais intensivo para a depressão, o médico pode indicar a internação em clínicas especializadas. “O paciente pode apresentar sintomas impossíveis de serem controlados em casa, como ideação suicida, irritabilidade e agressividade excessiva. Assim, a internação é o tratamento mais indicado nesses períodos, pois há alguém para administrar a medicação corretamente, além de um olhar multidisciplinar”, indica a psicóloga Ana Cristina Fraia. Contudo, se essa for a decisão tomada por paciente e familiares, é fundamental buscar um local de confiança, com profissionais capacitados.

Para mais informações sobre o Setembro Amarelo, acesse o CVV.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!