Pepê, da dupla com Neném, comentou em entrevista ao programa Luciana By Night, exibido na terça-feira (11) pela Rede TV!, sobre uma declaração polêmica na qual afirmou que gays não devem beijar em público.

“Não era isso que eu quis dizer, as pessoas confundiram as coisas”, afirmou a artista. Sua irmã, porém, se mostrou mais enfática: “Eu não ficaria numa praça pública de beijos e abraços com a minha esposa. Eu não preciso disso, mostrar nada pra ninguém. Entre quatro paredes eu faço o que eu quiser. Não acho legal. Outras pessoas acham? Legal, ótimo”, enfatizou Neném.

Ainda na entrevista, Pepê lembrou um caso de racismo que sofreu em uma padaria do Rio de Janeiro. “Fui pedir uma pizza. Acho que o cara não me reconheceu e olhou para mim, assustado, com medo. Não entendi nada”, contou acrescentando que o funcionário disse que não tinha pizzas no estabelecimento e que a loja já estava fechada e que ela se retirasse.

O tratamento discriminatório a deixou muito abalada. “Eu disse: ‘mas moço…’ e meus olhos foram enchendo de água. ‘Só vim pedir uma pizza’. Comecei a ficar nervosa, gaguejar. [..] Cheguei em casa chorando, derrotada.”

Ao saber do ocorrido, Neném ficou brava e foi tirar satisfações. “Chegou lá falando: ‘qual desses aqui que te falou aquilo?’. Disse para ele: ‘olha só, meu amor, não é porque é Pepê e Neném, não. Vim aqui porque você não tem o direito de desrespeitar as pessoas. Você sabe o que você fez? Isso é racismo’”, contou a gêmea.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!