Paredes de aço e grandes janelas de vidro são a nova cara dos restaurantes do McDonald’s, pelo menos nos Estados Unidos. Com visual moderno e minimalista semelhante a uma loja da Apple, os restaurantes tem quiosques de autoatendimento, serviço de mesa e pedido pelo smartphone.

A inauguração mais recente é uma unidade em Chicago. “Estamos orgulhosos de abrir as portas desse restaurante flagship, que simboliza como estamos construindo um McDonald’s melhor para nossos consumidores e comunidades onde elas estão”, diz o presidente Steve Easterbrook, em comunicado.

A inauguração dessa unidade é o empenho mais recente da rede de fast food no seu projeto “Experiência do Futuro”. Os novos restaurantes são projetados “para melhorar drasticamente a experiência do cliente com mais conveniência, personalização e escolha”, diz a empresa em comunicado.

A ideia não é apenas modernizar o ambiente e dar mais opções ao consumidor. De acordo com um relatório do BTG, obtido pelo Business Insider, o McDonald’s poderia recuperar 2,7 bilhões de dólares em vendas perdidas.

O plano da companhia é renovar a maior parte dos 5.000 restaurantes da empresa nos Estados Unidos, até 2020. Para isso, o investimento será de 6 bilhões de dólares. O maior gasto será no Texas, de 448 milhões de dólares nos 840 restaurantes que a empresa tem no estado.

Detalhes

Com mais de 1.700 metros quadrados, o novo restaurante de Chicago também conta com um McCafé nas suas dependências e aceita drive thru. Aberto no dia 9 de agosto, funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana.

O design incorpora elementos sustentáveis, como a plantação de mais de 70 árvores, vegetação no teto e um jardim. O local tem painéis de energia solar, iluminação de LED e equipamentos de cozinha que economizam energia.

O restaurante foi projetado pela empresa de arquitetura Ross Barney Architects. Já o interior é assinado por Landini Associates, sediada em Sydney.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!