Você sabia que os triglicerídeos e o colesterol ruim, também conhecido como LDL, são as principais fontes de gordura que circulam no sangue?

Por isso, quando a concentração de colesterol na corrente sangüínea está muito elevada, com um valor de LDL igual ou superior a 130 mg/dL, pode causar o entupimento dos vasos sanguíneos, aumentado o risco de doenças cardíacas como pressão alta, infarto e, até, AVC.

Já dá pra sacar que, na maioria das pessoas, os níveis elevados de colesterol devem-se a uma alimentação rica em gorduras saturadas e hidrogenadas e a um estilo de vida pra lá de sedentário. Que tal fazer simples mudanças nos hábitos diários para baixar o colesterol e viver mais?

1 – Fazer exercício físico com regularidade

Os exercícios aeróbicos como natação, corrida, caminhada, hidroginástica ou bicicleta, são as melhores opções para diminuir o colesterol mau no sangue e, por isso, deve-se fazer no mínimo, 30 minutos, 3 vezes por semana, ou para se ter melhores resultados, fazer exercícios todos os dias. Veja quais os exercícios aeróbicos para fazer em casa.

Deve-se tentar fazer exercício ao ar livre tanto quanto possível, de forma a receber alguma luz solar que, em quantidades razoáveis ajuda o corpo a eliminar o colesterol, baixando os seus níveis.

2 – Aumentar a ingestão de fibra

Uma alimentação com alimentos ricos em fibra solúvel, como a farinha e os farelos de aveia, a cevada e as leguminosas, ajuda a absorver o excesso de colesterol no intestino e a eliminá-lo do corpo. Devem-se ainda comer no mínimo, cerca de cinco doses de legumes e frutas frescas por dia, como maçãs, pêssegos, bananas, feijão-verde ou espinafres, também muito ricos em fibra. Veja mais alimentos ricos em fibra.

3 – Beber chá preto diariamente

O chá preto tem na sua composição teína, que é semelhante à cafeína e que, por isso, ajuda a combater as placas de gordura do organismo, assim, basta beber 3 xícaras por dia. Porém, gestantes e pessoas com restrição médica à cafeína, não devem utilizar esse chá. Saiba todos os benefícios do chá preto.

4 – Preferir gorduras saudáveis

As gorduras saturadas, presentes na manteiga, no bacon ou na mortadela e as hidrogenadas, presentes na margarina, banha e muitos alimentos processados, elevam os níveis de colesterol LDL. No entanto, as gorduras saudáveis, como as monoinsaturadas presentes no azeite extra virgem e nos ácidos graxos ômega-3, reduzem o colesterol ruim e aumentam o bom.

Dessa forma, deve-se optar sempre por azeite extra-virgem para cozinhar ou para temperar saladas por exemplo e deve-se comer, pelo menos, uma dose diária de um alimento rico em omega-3, como por exemplo peixes, nozes e sementes de linhaça. Veja mais alimentos ricos em omega-3.

5 – Comer mais alho

O alho, além de reduzir os níveis de colesterol LDL, aumenta também os níveis de colesterol HDL, que é o colesterol bom. Um dente de alho por dia é, em geral, suficiente para ajudar a regular os níveis de colesterol. Veja mais sobre os benefícios do alho.

6 – Beber suco de berinjela

O suco de berinjela é um excelente remédio caseiro para o colesterol alto, que contém um alto teor de substâncias antioxidantes, especialmente na casca. Por isso, ela não deve ser retirada no preparo do suco. Veja aqui como fazer este suco.

Pode-se ainda consumir a berinjela de outras formas, seja cozida ou assada, para um maior efeito protetor sobre o fígado ou também usar a berinjela em cápsulas.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!