Eu sei algo sobre você sem te conhecer. Aposto que você perde muito tempo em sua própria mente.

Você sabe, pensando, se preocupando, estressando, enlouquecendo – chame como quiser. Eu chamo isso de mente preocupada.

E com o quê? 99% dos seus pensamentos são inúteis.

William James colocou de maneira melhor:

“Muitas pessoas pensam que estão pensando quando estão apenas rearranjando seus preconceitos.”

Toda a minha vida eu fui obcecado por coisas práticas. Filosofia prática, conhecimentos práticos, livros práticos, trabalhos práticos e conselhos práticos.

Essa ideia vem do Pragmatismo, uma tradição filosófica que começou no século XIX na América. Charles Sanders Peirce, que era professor de Harvard, é considerado o “pai do pragmatismo”.

Mas foi William James, um médico que se tornou filósofo, que realmente definiu a filosofia. Sobre pensamentos, preocupações e estresse, William James diz:

“A maior arma contra o estresse é a nossa capacidade de escolher um pensamento em detrimento de outro.”

O pragmatismo acredita que a mente é uma ferramenta. Sua mente deve funcionar para você, não contra você. Pessoas que não dominam sua mente, não acreditam que seja possível.

Elas dizem: “Eu não consigo deixar de pensar essas coisas.”

Bem, você pode, com bastante prática. É uma habilidade.

Em outras palavras: você tem a capacidade de decidir o que pensa. Ou você pode escolher NÃO pensar.

E essa é uma das coisas mais importantes e práticas que você pode aprender na vida. Antes de aprender essa habilidade, passava horas e horas dentro da minha cabeça.

Apenas pense em quanto você pensa.

  • “Eu fico pensando o que meu chefe acha?”
  • “O que acontece se eu fizer besteira e perder meu emprego?”
  • “Ele me ama?”
  • “Eu acho que ele não se importa comigo.”
  • “Eu continuo falhando.”
  • “Por que minha vida é uma droga?”
  • “Por que minha vida é incrível e a vida de outras pessoas não é?”
  • “E se eu tiver câncer?”
  • “Eu não me importo com meu trabalho. Há algo de errado comigo?”
  • “Eu não consigo terminar nada. O que há de errado comigo?

E a lista continua. Essas coisas são REAIS. Essas são coisas que as pessoas me dizem quando pergunto com o que elas estão preocupadas.

Você sabe o que esses pensamentos trazem para você? Culpa, raiva, sofrimento.

Eu só tenho uma pergunta para você: qual é o uso prático de seus pensamentos?

Sim? Estou esperando. Ainda sem resposta? Exatamente.

Os pensamentos não têm utilidade. 99% deles são assim.

Quais pensamentos são úteis?

  1. Pensar em como você pode resolver problemas. Um problema é apenas uma questão não respondida. Coloque seu cérebro em uso e pense em como você pode resolver problemas. Há muitos na terra.
  2. Entender o conhecimento. Isso significa: tente internalizar o conhecimento e pense em como você pode usar esse conhecimento para melhorar sua vida, carreira, trabalho, relacionamentos, etc.

É isso. Você pode ignorar todos os outros pensamentos.

Se você está constantemente pensando, é porque ainda não treinou sua mente. Você TEM que sair da sua cabeça.

Se não, você vai pirar. Todos irão. Sem exceção.

Além disso, você provavelmente está pensando tanto que está perdendo a vida.

Você percebeu o sol esta manhã quando acordou? Ou os pingos de chuva? Você percebeu o cheiro do seu café? Você sentiu a textura dos seus cereais?

Se sua resposta for não, você definitivamente precisa sair da sua cabeça. Pare de pensar e comece a sentir.

Agora, você pode pensar: “Como eu me treino para parar de ter pensamentos inúteis?”

Consciência.

É aí que começa. Toda vez que você começa a se afastar, tome consciência disso. Apenas observe seu cérebro. Saia de dentro de você e observe as merdas que você está pensando.

Não julgue. Não pense que você é estúpido. Se você fizer isso, estará pensando novamente.

Não, o que você quer fazer é dizer isso para você mesmo: “Ah, é um pensamento fofo. Agora vamos voltar à realidade.”

“Se você pode mudar de ideia, você pode mudar sua vida.” ― William James

Você está de volta à realidade? Você sente seus olhos lendo as letras na tela? Você sente seu telefone em sua mão? Você está pensando em como vai aplicar essa informação à sua vida?

Ótimo. Você está USANDO sua mente, e não o contrário. Agora, continue usando esse seu cérebro.

Porque eu vou te dizer uma coisa: é a ferramenta mais poderosa do mundo.

Este artigo é uma tradução do Awebic do texto originalmente publicado em Darius Foroux.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!