Convidado para fazer a cena do beijo gay com Nego do Borel, no clipe da música “Me Solta”, o ator Felipe Titto usou as redes sociais para justificar o motivo que o levou a recusar o convite. Entre as razões, o galã questionou se o beijo não seria “gratuito”. No fim, a cena foi protagonizada pelo modelo Jonathan Dobal.

Em entrevista ao jornal Extra, Tito explicou: “Quando ele me disse que tinha um beijo, o que foi questionado foi o seguinte: ‘Nego, para mim não tem problema nenhum, sou ator, dentro do contexto, a gente faz. Mas, o quão gratuito seria ou não esse beijo?’ Isso contextualizado, legal, mas de uma forma gratuita… Isso foi o único debate entre eu e o Nego. Pô, será que isso não fica muito gratuito? A minha única parada era essa: que classe a gente vai representar? O que a gente está defendendo? Foi por isso que eu contestei”.

Tito revelou ainda que, apesar da divergência no assunto, combinou com o artista sobre a data da gravação. Apesar disso, o dia escolhido não coincidiu com a agenda do ator. “Quando ele me deu a data da gravação, eu disse que não podia, pois estaria em Miami fazendo uma campanha e não casou a data. Não furei de última hora. Jamais furaria um trabalho”, e completou: “Não sou irresponsável nem homofóbico”.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!