As agências de viagem encontraram na internet e em aplicativos, formas de oferecer um serviço cada vez mais especializado para seus clientes. Nos sites de reserva são disponibilizados de hostels até hotéis luxuosos, e também apresentam hospedagens em casas (com ou sem a presença de proprietários).

A Proteste, associação de consumidores, alerta o consumidor para que se certifique sobre todas as regras de locação, antes de fechar a reserva, para que não tenha surpresas desagradáveis caso a viagem não saia como planejado.

Antes de tudo, o consumidor precisa escolher o lugar de destino, sua data de entrada e de saída e também a quantidade de quartos. Em casas e hostels, o viajante precisa especificar o tipo de acomodação desejada.

Em seguida, o site sugere uma grande lista com opções de hospedagem, mas antes de escolher, é necessário analisar qual o melhor pacote, a forma de pagamento e às políticas de cancelamento.

A Associação analisou seis sites de reserva de hospedagem para ajudar o consumidor a entender este cenário:

Booking.com

Oferece uma grande variedade de preços de hospedagem e conta com campings, hotéis, pousadas, albergues, casas e adicionais como cama e café. O site de reservas está presente em mais de 220 países e oferece mais de 28 milhões de anúncios. Assim que o viajante insere os dados, o site mostra avaliações de outros hóspedes sobre conforto, limpeza, café da manhã e Wi-Fi.

O Booking não cobra taxas adicionais à tarifa ou reserva, mas algumas locações podem pedir dados do cartão de crédito, onde é feita uma cobrança de pré-autorização, que bloqueia o cartão temporariamente em um valor aproximado ao total da reserva. O valor é desbloqueado quando o pagamento acontece. Para que o cancelamento da hospedagem seja gratuito ele precisa ser feito em até 48h antes da data de check-in.

O site oferece programas como “Indique amigos e Ganhe” e “Genius”. O usuário recebe R$59 ao indicar um amigo e caso ele se hospede através do site, recebe mais R$59 de bônus na plataforma. No Genius, viajantes frequentemente ganham descontos nas tarifas.

Hostelworld

O site conta com locações de hotéis e pousadas, porém é especializado na reserva de albergues, com mais de 10 mil propriedades disponíveis em 155 países. O site conta com os filtros convencionais de busca e pagamento e também precisa de dados do cartão de crédito, débito ou da conta do PayPal do usuário.

Para reservar, é necessário efetuar um depósito de 10% do valor total da hospedagem, mais uma taxa de U$2, caso não seja cadastrado na plataforma. O restante deve ser pago direto à hospedagem.

Quando as reservas são feitas no cartão de débito ou Psypsl precisam ser confirmadas com 24 horas de antecedência a chegada no local. As tarifas cobradas pelas acomodações podem ser oferecidas com o cancelamento gratuito, reembolsável ou não reembolsável.

O cliente, ao informar um problema, recebe do Hostelworld.com o valor do depósito ou um crédito de U$50 pelo inconveniente, que pode ser usado como um voucher para futuras reservas na plataforma.

Airbnb

Presente em mais de 191 países, conta com acomodações em casas e é o canal entre os usuários e os anfitriões. Para cadastrar a residência é necessário cumprir com quesitos básicos definidos pelo Airbnb, que garantem segurança, hospitalidade e responsabilidade. É possível filtrar pelo idioma do anfitrião e pela possibilidade de cancelamento gratuito. Ainda é possível conversar diretamente com o proprietário, ver a classificação da estadia e ler os comentários de outros hóspedes.

As formas de pagamento são negociadas diretamente entre o hóspede e o anfitrião e existem taxas de limpeza e de serviços, cobrado pela plataforma e que variam de 0% a 20% do subtotal da reserva.

Quando a moeda é diferente da local, pode ser cobrada taxa de câmbio, e o Imposto sobre o Valor Agregado em países da União Europeia, Suíça, Noruega, Islândia, África do Sul e Japão.

As políticas de cancelamento podem ser flexíveis, moderadas ou rigorosas, de acordo com o proprietário. Uma vantagem é que o viajante ao indicar um amigo recebe créditos de R$50 para utilizar em viagens futuras.

Alugue Temporada

Conta com mais de um milhão de anúncios pelo mundo e oferece locação de imóveis por temporada aos usuários cadastrados. O usuário pode enviar mensagens diretamente ao proprietário, ou solicitar cotações por e-mail. As respostas chegam em até 48 horas e o administrador tem liberdade para negociar formas de pagamento, e a política de cancelamento. Os hóspedes contam com um sistema de avaliação mútua onde dão notas sobre os imóveis, mas também são avaliadas pelos proprietários.

Homestay

Um site presente em mais de 150 países, conta com imóveis onde os proprietários moram no local. Para escolher o local, o usuário conta com filtros como distância do centro, serviços como refeição ou acesso à cozinha, o perfil da pessoa escolhida pelo anfitrião e passatempos oferecidos. O usuário entra em contato com o anfitrião por meio de um formulário on-line para verificar a disponibilidade. Os anfitriões têm até 36 horas para responder, para a solicitação não ser cancelada.

A taxa de serviço não é reembolsável, no valor de 15% do valor da reserva. Os outros 85% são pagos diretamente aos anfitriões, na chegada ou antecipadamente.

Em casos de cancelamento o valor só será devolvido se o pedido for feito até sete dias antes da reserva. Ao indicar um amigo o usuário recebe €20 de crédito e o amigo €80 na reserva.

Hoteis.com

A Plataforma conta com mais de 297 mil estabelecimentos ao redor do mundo, de hotéis independentes, cadeias de hotéis, albergues e alojamentos locais. As tarifas são pós ou pré-pagas. O cancelamento pode ser gratuito caso feito com 24 horas de antecedência a data de check-in, sem pagar nada. Porém depois deste prazo é necessário pagar o valor da diária. Se o hóspede não comparecer, não há reembolso.

O diferencial do site é o programa de fidelidade, onde existem preços secretos, com tarifas de até 50% de desconto. Ao escolher uma hospedagem de dez dias o usuário ganha uma diária grátis para ser utilizada na próxima reserva.

O Hoteis.com conta com o Preços Plus, onde o consumidor é reembolsado caso encontre um preço menor para a mesma estadia.

Em caso de insatisfação com o serviço, o consumidor pode fazer reclamações pelo site https://www.proteste.org.br ou pelo telefone 0800 282 2210.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!