O pesadelo é um sonho perturbador, associado a sentimentos negativos, como ansiedade ou medo, por exemplo, que fazem a pessoa acordar a meio da noite. Os pesadelos são mais comuns em crianças e adolescentes, no entanto podem ocorrer em qualquer idade.

Ter pesadelos de vez em quando é normal, podendo estar associado a estresse ou ansiedade, algum trauma, má higiene do sono ou medicamentos. No entanto, se se tornarem muito frequentes ao ponto de causarem angústia, má qualidade do sono, medo de ir dormir ou mesmo problemas ao longo do dia, pode ser considerado um distúrbio e nestes casos, pode ser necessário acompanhamento médico.

Porque temos pesadelos

Geralmente os pesadelos ocorrem durante uma fase do sono chamada fase REM e a exata causa dos pesadelos é ainda desconhecida. Os pesadelos podem ser desencadeados por fatores como:

  • Estresse e ansiedade, como problemas do dia-a-dia, receber uma má notícia ou perder um ente querido;
  • Lesões, como por exemplo aquelas que resultam de um acidente grave, abuso físico ou sexual ou outro evento traumático;
  • Privação do sono, que podem ocorrer em pessoas que trabalham por turnos, que viajam para locais com outro fuso horário, que dormem poucas horas ou que sofrem de insônia;
  • Medicamentos, como antidepressivos, remédios para a pressão arterial ou remédios para tratar o Parkinson ou para deixar de fumar;
  • Abuso de álcool, drogas ou mesmo o desmame destas substâncias;
  • Assistir a filmes ou ler livros assustadores, principalmente antes de ir dormir.

Os pesadelos podem ainda ser causados por transtornos psicológicos, como depressão, outros problemas mentais ou estresse pós traumático, que pode ser causado por alguns dos fatores acima referidos, mesmo podendo ter acontecido no passado.

Sintomas que ocorrem durante um pesadelo

Geralmente, os pesadelos têm uma duração curta, mas depois de acordar, a pessoa pode ter alguma dificuldade em retomar o sono. Alguns sintomas que podem ocorrer durante um pesadelo são o sonho parecer muito real e perturbador, fazendo a pessoa se sentir ameaçada e quando desperta se sente assustada, ansiosa, irritada triste ou enjoada, dependendo do tipo de pesadelo que ocorreu.

Além disso, a pessoa pode transpirar intensamente e ter um ritmo cardíaco muito acelerado, que dificultam que retome o sono tranquilamente.

Como parar de ter pesadelos

Existem algumas formas de reduzir a frequência com que ocorrem os pesadelos, como estabelecer horários fixos para ir dormir e para acordar. Para quem tem dificuldades para adormecer, pode ler um livro ou tomar um banho relaxante antes de ir para a cama.

Se o que está na origem do pesadelo é o estresse e a ansiedade, o ideal é procurar um médico que ajude a pessoa a solucionar o problema ou praticar exercícios de relaxamento.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!