Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, foi além do escândalo de dados e anunciou uma série de novidades para a rede social e suas subsidiárias.

As novidades foram feitas durante a F8, conferência anual para desenvolvedores, que acontece entre esta terça (1) e quarta-feira (2) em San José, Califórnia.

Entre os anúncios que não estão relacionados aos problemas enfrentados pela companhia, um dos principais é uma nova ferramenta voltada para estimular encontros entre pessoas que usam a rede social.

O serviço de encontros vai funcionar dentro do Facebook. Nele, o usuário poderá construir um “perfil de xaveco”, que será visto apenas por outros usuários da ferramenta, e poderá visualizar eventos e grupos.

Com isso, o novo sistema vai combinar os perfis dos usuários com base na região em que eles se encontram e nos interesses parecidos.
A comunicação será apenas por texto, por questões de segurança, e ocorrerá fora do Messenger, em um comunicador separado.

“Isso será para construir relações reais, duradouras – não só pegação”, explicou Zuckerberg. “Fizemos isso com privacidade e segurança em mente desde o começo. Seus amigos não vão ver seu perfil e você só será sugerido a pessoas que não são seus amigos.”

A rede social anunciou que mais novidades sobre o recurso serão anunciadas nos próximos meses. O “Tinder do Facebook” já estava em testes desde o final do ano passado, mas agora o recurso é oficial. Infelizmente, ele ainda não tem data para funcionar.

E o mercado deve realmente gostar de encontros amorosos: enquanto Zuckerberg anunciava a plataforma xavequeira, as ações do Match Group, dono do Tinder, subiram 10%.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!