Muito se deve à sabedoria oriental em todos os sentidos, e com o sexo não é diferente. Agora, você verá o quão agradável essa prática sexual que teve origem no Japão pode ser.

No Japão, em torno do século VII a.C, quando alguém cometia um crime, era comum que recebesse uma punição. Em outras palavras, se alguém roubasse, seriam tirados todos os seus bens, e o castigo por infidelidade, por parte de uma mulher, era o Bukakke, ou seja, ela ficava amarrada em um poste na praça principal da cidade e todos os homens podiam ejacular sobre ela sem qualquer problema.

Com o tempo, esta prática foi desaparecendo e parou de ser implementada como punição. No entanto, no final dos anos 80 e início dos anos 90, após a censura do coito e os pelos pubianos em produções japonesas, a indústria pornô japonesa entrou em falência.

Portanto, para não parar de gerar renda, eles procuraram a ajuda de práticas sexuais criativas para o público e que, apesar da censura imposta, poderia ser feita e gerar lucros.

Foi assim que o bukakke se tornou popular novamente, mas desta vez como uma prática sexual e não como uma punição.

Reinventando o bukakke

No ano de 2001, importantes produtores japoneses começaram a produzir pornografia utilizando essa prática. A Shuttle Japan foi a primeira produtora japonesa a postular esse tipo de pornografia, constituindo-a como uma marca.

Ao longo do tempo, o Bukakke tornou-se novamente popular no Japão, tanto que hoje em dia é uma categoria de pornografia muito consumida no país.

E para que você entenda melhor, trata-se de uma prática sexual em que vários homens ejaculam no rosto do parceiro, e isso é algo muito comum em encontros sexuais como o Gang Bang e as orgias.

Os homens que a realizam dizem que o que mais gostam nessa prática é a capacidade de controlar seus orgasmos a partir da masturbação e ver como o parceiro está disposto a desfrutar ao sentir o sêmen em seu rosto e até mesmo prová-lo, embora eles também comentem que uma das coisas que mais gostam durante a prática é ter que se masturbar simultaneamente com vários homens.

Se você gosta de gozar na cara do seu parceiro, talvez essa seja uma prática que você tenha muito prazer em realizar, assim como encontros para realizar uma Gang Bang ou festas de swing.

Os serviços sexuais que são comumente oferecidos também contemplam esse tipo de prática, em que vários amigos se encontram e pagam um parceiro para receber suas ejaculações.

Se você sente interesse, é hora de experimentar o bukakke e ter muito prazer com esta prática secular.

CLIQUE AQUI PARA VER UMA CENA REAL DE BUKKAKKE

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!