“Indestrutível”, novo clipe de Pabllo Vittar, reflete a história que muitos homossexuais já passaram ou ainda passam na vida. Afinal, não é fácil viver em uma sociedade que, ainda hoje, não sabe lidar com as “diferenças”.

O videoclipe mostra um adolescente sofrendo  bullying e sendo violentamente espancado por ser gay. E, nesta semana, a cantora falou sobre sua experiência com esse tipo de ataque homofóbico, durante entrevista ao jornal Extra.

“Não foi apenas um momento, mas vários. Temos que escancarar esse assunto para que isso acabe. Ninguém merece passar por nada disso em nenhum momento da vida”, desabafou. Em seguida, a cantora explicou porque apesar do enorme sucesso do single, que sempre foi um dos preferidos do público desde que ela lançou o álbum “Vai Passar Mal”, acabou sendo a última música do disco a ter um clipe produzido.

“Desde o começo pensei em ser o último single desse álbum. Eu sofri bastante na minha infância e adolescência e sabemos que muitos sofrem até hoje”, justificou.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!