Para muitas pessoas, se relacionar é como interpretar uma peça de teatro. O comportamento é semelhante a um protagonista que necessita de holofotes e, por isso, precisa ser sempre o centro das atenções, o astro principal, a abelha rainha. Mas, então, saiba que isso cansa, podendo, inclusive, levar ao fim seu relacionamento.

De acordo com a psicóloga especialista em casais, Márcia Lima, ter um relacionamento é mostrar também a sua fragilidade, pois isso exercita a intimidade entre o casal.

“Usar máscaras só dificulta a cumplicidade entre o casal. Mostrar nossos medos, inseguranças e defeitos, faz com que entremos em uma relação sem amarras, livres, sem medos. Isso é fundamental para o desenvolvimento da intimidade e da cumplicidade de um par”, orienta.

A profissional ainda enfatiza, como deve ser difícil manter um personagem. “Será que alguém consegue interpretar 24h? Claro que não, imagine como deve ser difícil viver ao lado de alguém que não se conhece, ou então, como é ruim fingir ser o que não é sem poder ser você mesmo. Intimidade é algo fundamental em uma relação. E isso só se conquista mostrando além das suas virtudes, suas vulnerabilidades também”, finaliza.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!