O DJ sueco Avicii morreu aos 28 anos, nesta sexta-feira em Omã, no Oriente Médio. A causa ainda não foi divulgada.

“É com profundo pesar que anunciamos a perda de Tim Berling, também conhecido como Avicii”, disse sua assessora, Diana Baron, em comunicado à imprensa. “Ele foi encontrado morto em Mascate, Omã, na tarde desta sexta-feira (20). A família está devastada e pedimos a todos para respeitar, por favor, a necessidade de privacidade deles nesta ocasião difícil.”

Avicii foi um dos maiores nomes da música eletrônica dos últimos anos. Ele nasceu em Estocolmo e assinou com o selo Dejfitts Plays em 2007, aos 18 anos. O músico lançou em 2013 o disco de estreia “True”, com uma das músicas de maior sucesso no mundo daquele ano, “Wake me up”. Em 2015 ele lançou o disco “Stories”.

Entre seus outros sucessos estão “Hey brother”, “I could be the one”, e “Levels”. Ele era associado aos subgêneros da música eletrônica house progressivo, electro house e EDM.

Problemas de saúde

Em 2014, Avicii cancelou todos os compromissos profissionais daquele ano. Representantes do DJ sueco disseram que ele iria descansar em sua casa em Estocolmo, e se recuperar de complicações relacionadas a cirurgias para remover o apêndice e a vesícula biliar, feitas no começo daquele ano.

A notícia aumentou comentários sobre a aparência do cantor em redes sociais. Na época, fãs divulgam fotos em que ele aparece muito magro. Uma das imagens, divulgada pelo selo de música eletrônica dos EUA Straight Up, tinha a legenda: “Avicii parece estar com 70 anos, parece que realmente precisa de um descanso, com certeza”.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!