Ah, a famosa “pizza” embaixo do braço… Quem nunca passou por isso? Apesar de comum na vida de alguns homens, o carimbo de suor na região da axila é capaz de arruinar qualquer look.

E quando isso acontece, não adianta, ninguém mais consegue olhar para outro lugar do que para a marca de transpiração. Não tem jeito, já criou-se um imã de olhares para a região.

Mas é possível prevenir situações como essa. Algumas dicas pode ajudar a vida de quem transpira muito e acaba passando por situações constrangedoras. Veja quais são:

1# Desodorante clinical

Vamos começar pelo básico: o desodorante. Você sabia que existe uma categoria chamada “clinical” cuja eficiência em combater o suor e o mau cheiro é muito superior?

Eles são feitos de zircônio de alumínio melhorado, um composto mais moderno do que o usado nos modelos de roll-on ou aerosol.

Você pode encontrá-los em formato de gel ou creme em qualquer rede de farmácia. É um pouco mais caro, mas vale o investimento.

2# Fuja do poliéster

Os tecidos sintéticos – como o poliéster – esquentam mais do que os naturais, tipo algodão ou linho, que permitem ao corpo respirar melhor. Então fiquem atento à etiqueta das camisas que vocês comprarem.

3# Preste atenção nas cores

Existem algumas cores que marcam mais (ou menos) a mancha de suor. O rosa e o azul claro, por exemplo, costumam deixar a transpiração bastante visível. Já o preto, o azul-marinho e o branco são mais discretos. Se você vai fazer uma apresentação importante, lembre-se disso e escolha com sabedoria.

4# Controle os pelos

Sabe aquela floresta que você tem embaixo do braço? Pois é. Melhor aparar ou até mesmo raspar. Isso não vai fazer você transpirar menos. Só que os pelos absorvem muita umidade, criando uma sensação molhada e – pior – criando um ambiente no qual as bactérias do mau odor se multiplicam ainda mais.

5# Use uma undershirt anti suor/odor

Vocês já ouviram falar nas camisetas undershirt? Elas possuem uma tecnologia à prova de suor e odores. Elas não marcam, então podem ser usadas com discrição embaixo de outras peças, como camisas.

 

A undershirt costuma oferecer absorção 4x mais eficiente do que as camisetas de algodão comum, e ainda reduzem em 75% a proliferação de bactérias na área. Por serem termodinâmicas, elas não esquentam no corpo e, além disso, têm uma estrutura que não fica marcada por baixo da camisa.

As dicas acima podem ser usadas separadamente ou mesmo, em conjunto. O importante é segui-las, se você sofre desse problema. Boa sorte!

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!