Com certeza você já ouviu falar dos psicopatas, que apesar de ser bem difícil de detectar, sempre nos deparamos com alguma história que remete à esse distúrbio. Geralmente, os relatos são ligados a algum crime de fato. Mas e os sociopatas? Você pode estar se relacionando com um e não fazer a menor ideia.

Afinal, existem mais sociopatas que psicopatas em meio à população. Ao contrário dos psicopatas, que estudiosos acreditam nascerem com o distúrbio, os sociopatas podem adquirir o desvio por conta de fatores como o ambiente familiar em que uma criança vive ou a educação recebida por um adolescente num lar muito negativo onde podem ter ocorridos abusos físicos, emocionais ou traumas de infância. Sociopatas tendem a ser mais impulsivos e irregulares no seu comportamento do que os psicopatas e possuem maior dificuldade em se relacionar ou criar um vínculo.

Obviamente, nem todos os sociopatas são criminosos perigosos. Mas com certeza podem dificultar bastante a vida, dado que uma das características da sociopatia é o comportamento anti-social.

Veja a seguir 11 SINAIS DE ALERTA de que uma pessoa pode ser sociopata:

1- Ter um ego exagerado

O Manual de Diagnóstico e Estatísticas das Doenças Mentais (DSM-V) destaca que os sociopatas tem uma percepção exagerada de si mesmos. São narcisistas ao extremo, com um enorme sentimento de merecimento, escreveu o Dr. Seth Meyers, psicólogo clínico do Departamento de Saúde Mental do Município de Los Angeles, no site Psychology Today. Eles tendem a culpar os outros pelas próprias falhas.

2 – Mentir e exibir um comportamento manipulativo

Os sociopatas costumam enganar e manipular com frequência. Por quê? “Mentem por mentir. Mentem só para ver se conseguem enganar as pessoas. E às vezes contam mentiras maiores que terão efeitos maiores”, disse o Dr. Stout à Interview Magazine.

3 – Demonstram uma falta de empatia

“Essas pessoas não tem um mundo interior emocional significativo como a maioria das pessoas têm e talvez por causa disso não conseguem de fato imaginar ou ter a dimensão do mundo emocional das outras pessoas”, segundo relato de M. E. Thomas, diagnosticado como sociopata e autor do livro Confessions Of A Sociopath (Confissões De Um Sociopata), à radio NPR. “É algo que eles desconhecem por completo.”

4 – Não sentem remorso ou vergonha

O Manual DSM-V explica que o transtorno de personalidade anti-social indica que os sociopatas não sentem remorso, culpa ou vergonha.

5 – Mantêm uma tranquilidade assustadora em situações de medo ou perigo

Um sociopata talvez não demonstre ansiedade após um acidente de carro, por exemplo, disse M.E. Thomas. E pesquisas mostraram que enquanto pessoas normais demonstram medo quando vêem imagens perturbadoras ou são ameaçadas com choques elétricos, mas em geral os sociopatas não sentem isso.

6 – Comportamento irresponsável ou extremamente impulsivo

Sociopatas mudam rapidamente de objetivo para objetivo e agem no calor do momento, segundo o Manual DSM. Eles podem ser irresponsáveis com as finanças e obrigações.

7 – Têm poucos amigos

Os sociopatas tendem a não ter amigos – pelo menos não amigos verdadeiros. “Os sociopatas não querem amigos, a não ser que precisem deles. Ou então todos os amigos têm apenas uma conexão superficial com eles, são amigos por associação”, afirmou o psicoterapeuta Ross Rosenberg, autor do livro The Human Magnet Syndrome (A Síndrome Do Imã Humano), ao The Huffington Post.

8 – São encantadores – mas apenas superficialmente

Os sociopatas podem ser muito carismáticos e simpáticos – pois sabem que vai ajudá-los a conseguir o que querem. “Eles são exímios vigaristas e sempre têm segundas intenções”, explicou Rosenberg. “As pessoas ficam tão surpresas quando descobrem que alguém é um sociopata porque conseguem encaixar-se muito bem no ambiente. São mestres na arte do disfarce. A principal ferramenta que usam para impedir que sejam descobertos é a criação de uma personalidade superficial”.

Como M.E. Thomas descreveu em um post para o site Psychology Today: “Se me conhecesse, gostaria de mim. Eu tenho o tipo de sorriso que é comum vermos em personagens de programas de TV e que são raros na vida real, com dentes perfeitos e brilhantes, capaz de expressar um sentimento agradável”.

9 – Viver segundo o “princípio do prazer”

“Se a coisa é prazerosa e eles conseguem evitar as consequências, eles o farão! Eles vivem a vida de forma acelerada – sempre de maneira extrema – buscando estímulos, excitação e prazer de qualquer maneira que conseguirem”, escreveu Rosenberg em Human Magnet Syndrome.

10 – Demonstrar desrespeito pelas normas da sociedade

Eles desrespeitam as regras e leis porque não acreditam que as regras da sociedad se aplicam a eles, escreveu o psiquiatra Dr. Dale Archer em um blog do Psychology Today.

11 – Ter um olhar “intenso”

Os sociopatas não têm problema nenhuma em manter o contato olho no olho sem interrupção. “A incapacidade de desviar o olhar de maneira educada também é considerada como sendo agressiva ou sedutora”, M.E. Thomas escreveu para o site Psychology Today.

 

 

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!