Uma pesquisa divulgada no jornal francês “20 minutes” e realizada pelo OpinionWay, revelou que cerca de 13% dos jovens franceses, entre 18 e 30 anos, não se identificam em um gênero específico: masculino ou feminino.

Comparado à população francesa como um todo, ou seja, de todas as faixas etárias, o número cai para 6%. Entretanto, vale ressaltar que, isso não tem haver com sexualidade, mas sim, com identidade de gênero, conforme foi explicado no próprio veículo.

“Estas pessoas colocam em causa a dimensão fixa e binária do gênero: ou elas são nômades do gênero, ou preferem não explicitar seu gênero”, explica Arnaud Alessandrin, sociólogo especializado em gênero e discriminações da Universidade de Bordeaux, entrevistado no periódico.

Vale ressaltar que, ainda dentro dessa porcentagem divulgada na pesquisa, é possível encontrar variações entre como essas pessoas se definem. “Alguns se identificam como sem gênero (8%, na pesquisa Opinion Way), outros preferem o termo gender fluid (11%). Mas o conceito de não-binário parece ser o mais adequado, atingindo 36% dos jovens entrevistados”, garante o jornal.

O “20 minutes” ainda publicou alguns depoimentos de pessoas que não se definem em um gênero específico. “Um dia quero vestir jogging, já no outro quero calçar salto alto”, conta a artista Agathe Rousselle, afirmando que seu gênero tem muito haver com o estado de espírito que está.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!