Se tem uma coisa muito chata são as espinhas que vire e mexe aparecem no bumbum. Além de incômodas, dá uma baita vergonha esfregar a bunda cheia de bolinhas vermelhas, muitas vezes inflamadas, na cara do boy.

Para ajudar a prevenir e acabar de uma vez por todas com essas pragas, listamos algumas dicas que vão te ajudar bastante:

1. Acne no bumbum não é de fato uma acne

Se isso te fazer sentir melhor, esses pontinhos vermelhos no bumbum não são acnes, de fato. As espinhas surgem quando um poro fica entupido por óleo, células mortas da pele ou bactérias. No entanto, o que surge no seu bumbum é a famosa foliculite, também conhecida como foliculite piloso inflamado ou infectado. “A foliculite é, muitas vezes, o resultado das bactérias, leveduras ou fungos que infectam o folículo capilar”, diz Rhonda Klein, dermatologista do grupo de dermatologistas de Connecticut, nos EUA à COSMOPOLITAN americana.  “É completamente normal”.

2. Você não deve espremer

É bem tentador, embora no bumbum seja um local difícil de alcançar. E só pra lembrar: a regra de “não espremer” se aplica a qualquer coisa relacionada a pele.

3. Roupas molhadas de suor são suas maiores inimigas

Tecidos úmidos e suados podem ser grandes influenciadores para o surgimento de bactérias. Então você deve mudar sua roupa de treino o mais rápido possível, para evitar que essas “acnes” surjam. “A roupa apertada pode atrapalhar o suor e os fluidos corporais por um longo período de tempo, causando essas erupções cutâneas na pele”, diz Kachiu Lee, professor de dermatologia da Brown University à COSMOPOLITAN americana.

Lembre-se também de limpar o equipamento da academia quando for usar – especialmente se for tocar o seu bumbum, como o assento da bicicleta. “Tapetes de yoga, bolas de exercício, entre outras coisas, podem abrigar bactérias se não forem limpas devidamente durante o uso”, complementa Lee.

4. Use roupas leves quando for possível

Jeans apertados e todas as outras roupas mais justas no corpo podem esfregar a pele durante o dia todo, irritando tais folículos que já citamos anteriormente – especialmente se estiver recém depilada. Então, se tiver a possibilidade, compre roupas mais leves e soltinhas para usar em ocasiões mais descontraídas.

5. Produtos de acne podem ajudar no tratamento

A foliculite geralmente desaparece sozinha ao longo do tempo, mas algumas pessoas simplesmente não tem a paciência necessária para essa espera. Mesmo que esses pontinhos não sejam acnes mesmo, alguns produtos destinados a cuidar dessas inflamações podem ajudar. Mas antes de aplicá-lo, é primordial falar com um dermatologista para entender realmente o que acontece no seu caso. A automedicação pode fazer mais mal do que bem.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!