Um recente estudo realizado pela Cedars-Sinai Heart Institute, em Los Angeles, nos Estados Unidos, confirmou que sexo é um dos principais fatores que podem levar a raras paradas cardíacas súbitas.

Entre 34 de quase 5 mil paradas cardíacas estudadas durante ou até uma hora após o coito apontaram que 32 dos pacientes afetados eram homens. O estudo foi feito durante um encontro da Associação Americana do Coração e segundo o médico Sumett Chugh, responsável pela pesquisa, o estudo tende em avaliar a atividade sexual como possível gatilho para parada cardíacas.

Não é de hoje que relações sexuais podem gerar ataques cardiácos, mas a associação com paradas cardíacas até então era desconhecida. Vale lembrar que a parada cardíaca é fatal e não pode ser realizada a ressuscitação cardiopulmonar.

A notícia chegou como grande deboche aos internautas que ressaltaram: “Ainda bem que não transo!”.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!