Paola Carosella, juntamente com seu seu sócio Benny Goldeberg, o Ministério Público do Trabalho em São Paulo (MPT-SP) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), vão fornecer um curso para capacitação profissional de travestis e transexuais em situação de vulnerabilidade. E detalhe: o curso é gratuito.

O projeto é uma iniciativa que visa acolher esse segmento da população LGBT. Inicialmente, o curso vai formar 25 ajudantes de cozinha, entre travestis, homens e mulheres transexuais.

O intuito é estimular a empregabilidade das pessoas trans no mercado de trabalho, através da gastronomia. Atualmente, segundo dados da ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), cerca de 90% das travestis e dos transexuais estão desempregados ou vivendo da prostituição, devido às poucas oportunidades que encontram no mercado, em virtude do preconceito e da falta de apoio e estimulo social.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!