O Acre existe, e não só existe que, por lá, um gay acreano receberá R$ 1 mil em indenização após ter sido convidado a se retirar de um motel na capital Rio Branco. O motivo? Ele teria burlado as regras do local por estar fazendo sexo a três em um dos quartos do estabelecimento.

Revoltado com o constrangimento, ele entrou na Justiça contra o motel e ganhou o processo. Quem deu causa ganha foi o juiz Alex Oivani, que condenou o Motel Jóia. Ao recorrer do pedido da indenização, no valor de R$ 28 mil, o estabelecimento não provou que o cliente expulso estava com outras duas pessoas no quarto.

Ao dar abertura ao processo, o homem justificou ter tido liberdade sexual privada e desrespeitada. O Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC) já expediu alvará para o levantamento do valor a ser pago ao cliente.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!