Se você está vivendo um bom e feliz relacionamento mas, de vez em quando, tem lá suas pulgas atrás da orelha, saiba que uma especialista norte-americana descobriu como identificar se o(a) parceiro(a) é ou não gay.

Segundo Bonnie Kaye, do site Blogbhgay, as dicas são fáceis e podem ser identificadas de imediato. Ela, que descobriu em 1982 que o marido era gay, escreveu dezenas de livros que ajudou mais de 100 mil pessoas a identificarem se o parceiro era homossexual ou bi.

Ao todo, são 20 dicas que vão desde o declínio precoce na atividade sexual do casamento, passando pela necessidade do parceiro em usar brinquedos sexuais, até o tempo em que ele fica fora de casa, maior que o convencional.

“Em quase todos os casos, não tínhamos ideia da sexualidade de nossos maridos antes do casamento. Por que imaginaríamos que um homem gay ia querer se casar com uma mulher hétero?”, questiona ela.

Bateu curiosidade? Então veja se alguma delas se enquadra. Mas lembre-se: é sempre bom tratar esse assunto com o parceiro com calma e com muuuito diálogo.

Veja as dicas da especialista:

  1. Declínio precoce da atividade sexual no casamento, que nunca mais retoma um ritmo satisfatório. Ele tenta convencê-lo de que isso é natural e acontece com todas as relações.
  2. Ele se desestimula pela atividade sexual normal e a acusa de ser tarada, agressiva ou ninfomaníaca quando você tem necessidades sexuais normais.
  3. O desempenho sexual dele é mais mecânico do que apaixonado, e ele não se dedica a preliminares satisfatórias.
  4. Ele diz que está deprimido e vai culpar a depressão ou a medicação para depressão pela falta de desejo sexual.
  5. Você encontra estimulantes sexuais como Viagra ou Cialis escondidos pela casa e sabe que ele não fez nenhuma tentativa de fazer amor com você.
  6. Ele pede que você use brinquedos sexuais com ele, alegando que precisa de sua próstata estimulada ou porque está a fim de relações bizarro.
  7. Ele apaga o histórico do computador o tempo todo.
  8. Você encontra pop-ups de pornografia gay no computador, mas ele garante que não são dele.
  9. Ele passa tempo demais mandando mensagens de texto em horários pouco convencionais.
  10. Ele começa a passar mais tempo na academia e se preocupa em mudar sua aparência.
  11. Ele afirma que se sente “preso” no casamento e não sabe explicar o porquê.
  12. Ele viaja muito a negócios e você não pode controlar suas atividades.
  13. Ele diz que está tendo uma “crise da meia-idade” e se torna mal-humorado e deprimido.
  14. Ele menciona um ato de abuso sexual na infância ou adolescência.
  15. Ele admite ter tido um episódio homossexual no passado.
  16. Ele começa a usar a palavra “bissexual”.
  17. Ele visita bares gays alegando que foi apenas fazer companhia a seu amigo gay.
  18. Ele assiste a filmes pornôs com cenas gays.
  19. Ele faz comentários homofóbicos ou faz muitos comentários gays em conversas.
  20. Ele fica especialmente enaltecido com elogios de homens gays.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!