Se você usa a pornografia como exemplo a ser seguido, para agora, que tá errado. Sim… Nem tudo aquilo que você assiste é real e, infelizmente, muitas pessoas tomam aquilo como modelo de felicidade e realização na cama. Só que não.

Interessante, porém, são os dados que pesquisas que analisam os efeitos do mundo pornográfico nas pessoas trazem. Segundo a especialista estadunidense Peggy Orenstein, o consumo da pornografia causa efeitos liberais entre homens heterossexuais.

Uma pesquisa guiada por ela e publicada em seu livro “Girls & Sex: Navigating the Complicated New Landscape” (“Garotas e Sexo: Navegando em um novo e complicado panorama”) atesta que héteros que assistem a este conteúdo são mais propensos a aceitaram o casamento com pessoas do mesmo sexo, embora não reajam muito bem com mulheres decididas.

Além disso, a especialista afirma que a maioria dos homens costumam medir sua masculinidade, auto-estima, status social e até sua capacidade de acordo com o tipo de garota(o) que conseguem transar.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!