Previsto para ser lançado no último sábado (3), o aplicativo da CNH-e (Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica), foi adiado para a primeira quinzena de outubro. O Serpro, órgão responsável pelo desenvolvimento do sistema, justificou que o atraso foi por conta de um pedido do Ministério das Cidades e do Denatran, que alegaram “uma necessidade de ajuste de agenda”.

Agora, a previsão é de que o documento comece a ser implantado pelos Detrans dos estados nos próximos meses para que. Até 1º de fevereiro de 2018, todos já terão a funcionalidade. O estado de Goiás foi primeiro a receber a versão digital da habilitação.

A CNH-e digital poderá se obtida através de um aplicativo, estará disponível para download na App Store e Play Store.

[manual_related_posts]

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!