Uma recente pesquisa realizada pela Olla, mostrou dados alarmantes sobre o uso de preservativos no Brasil. Para chegar aos dados preocupantes, foram entrevistadas mil pessoas entre 18 e 35 anos, de ambos os sexos.

Apesar de vivermos em um mundo globalizado e com muito acesso a informação, o resultado da pesquisa mostrou que, mesmo com muitas informações disponíveis sobre o frequente aumento de casos de DSTs no país, muitos brasileiros não usam camisinha por motivos que chegam a ser torpes em pleno século 21.

Muitas mulheres, por exemplo, revelaram que o não uso do preservativo ainda é reflexo de se sentirem envergonhadas tanto no ato de adquirir, como em andar com a camisinha na bolsa.  Do total, 42% das entrevistadas responderam que não se sentem confortáveis em comprar preservativos e 37% se sentem julgadas no ato da compra. Dentre os homens, 72% acreditam que comprar camisinhas é um hábito natural.

Já quando o assunto é ter a camisinha na bolsa ou na carteira, apenas 29% das mulheres disseram que têm o costume de andar protegidas. Enquanto 45% dos rapazes afirmaram sempre estar com a camisinha na mão. No entanto, curiosamente, 77% das moças entrevistadas e 61% dos homens acham que as mulheres deveriam sempre ter preservativos com elas.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!