Trystan Reese, um homem transgênero e gay que vive em Portland, no Estado de Oregon nos Estados Unidos, deu a luz ao seu filho. Ele e seu marido, Biff Chaplow, agora são pais do bebê, Leo Murray, que nasceu no último dia 14 de julho.

Dois dias depois, o casal postou a conquista em seu Facebook uma foto da família com a legenda “ESTAMOS CHEGANDO EM CASA!! Leo recebeu alta e estamos felizes em voltar ao nosso lar pra começar nossa vida com um novo integrante!”.

Além do novo integrante da família, Reese e Chaplow já tinham dois outros filhos adotados em 2011. Esta é a primeira experiência do casal como pais biológicos.

Reese e Chaplow documentaram todo processo da gravidez – desde a decisão de Reese decidindo engravidar mesmo sendo um homem trans – em sua página do Facebook. Mas pra tanto, ele teve que abrir mão da hormonização a qual homens trans costumam se submeter afim de masculinizar seu corpo: “Não sinto como se precisasse mudar meu corpo para me entender um homem. Estou tranquilo quanto a ser um homem com útero e que tem a capacidade de carregar um bebê dentro de si.”, disse ele em um dos vídeos da página.

É claro que o casal também foi alvo de críticas e transfobia na Internet. Em entrevista à CNN, disseram não se importar: “Achamos que, por trás do sudário do anonimato, as pessoas se sentem capacitadas pra nos contar o que deveríamos ou não deveríamos fazer com as nossas vidas, nossos filhos e família. A única razão pela qual você tem um filho é porque quer ver mais amor no mundo”.

Veja também:

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!