Provocando

Vídeo de masturbação coletiva faz jogadores serem demitidos de clube gaúcho

Pouca gente conhece o Sport Clube Gaúcho, time da terceira divisão do Rio Grande do Sul. Porém, um caso recente está dando o que falar. Depois de um atleta ser flagrado masturbando dois de seus companheiros dentro do vestiário, os diretores do clube decidiram mandar embora todos os envolvidos no caso.

As imagens, gravadas na última sexta-feira, geraram grande repercussão nas redes sociais e já no dia seguinte eles foram mandados embora por Gilmar Pozzo, presidente do clube. Ele disse que tentou assistir ao vídeo, que chegou até ele pelo roupeiro do time, mas que parou por “achar nojento”.

“Não sou guardião da moral e dos bons costumes, não me interessa o que eles fazem ou deixam de fazer. A única coisa que eu fiquei bravo, a única coisa que eu proíbo aqui dentro é foto e filmagem, nada sem nossa autorização”, disse, em entrevista ao UOL Esporte.

Segundo ele, o motivo da dispensa não foi por preconceito, mas sim para evitar maiores constrangimentos a eles: “Imagina quando eles entrassem em campo, o que iam ouvir! (…) Até onde eu sei esses três não são gays, só fizeram [sexo] tirando onda, mas agora eles vão ter que provar que não são”.

Para ver o vídeo sem censura, clique aqui.

Comentários

Sobre o autor

Nelson Sheep

Nelson Sheep

Editor-chefe no Superpride, youtuber, editor, produtor e diretor do canal Põe na Roda. Formado em Rádio e TV pela Universidade Anhembi Morumbi, trabalhou com jornalismo econômico por 6 anos e fugiu para o mundo dos blogs para estimular o pensamento dos outros. É um ouvinte de primeira.