Enquanto isso, lá no Japão, uma empresa chamada Konica Minolta Lançou um dispositivo que se conecta ao smartphone para informar ao usuário quando ele estiver fedendo. Sim! Não é uma zoeira de internet! É real e acredito que muita gente precisa adquirir.

O aparelho tem o tamanho de um celular pequeno e foi batizado de Kunkun Body. Ele pode ser usado para detectar e analisar odores em quatro áreas do corpo: perto da cabeça, atrás da orelha, embaixo da axila e próximo dos pés.

Se identificar algum problema, o Kunkun faz alertas pelo smartphone. Daniel Hurst, repórter do The Guardian que cobriu o lançamento, fez um teste após caminhar por meia hora sob o sol forte e teve de encarar o aviso de que precisava tomar uma ação “imediatamente”.

A Konica Minolta é mais conhecida por atuar nos mercados de câmeras e impressoras, mas resolveu fazer um desvio porque a questão do odor corporal é tabu no Japão — que tem até um termo para “assédio de cheiro” no ambiente de trabalho: sumehara.

A empresa disse ter visto pesquisas indicando que a principal preocupação de trabalhadores em termos de etiqueta é o odor corporal, mas, ao mesmo tempo, as pessoas sentem dificuldade de discutir o tema com os colegas, o que cria um impasse que o Kunkun pretende resolver.

O produto está disponível para compra por 30 mil ienes, uns R$ 850 em conversão direta. Só que os brasileiros talvez nunca consigam adquirir uma unidade, já que a Konica não tem planos de lançar a novidade fora do Japão.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!