Do fundo do meu coração, eu espero que você tenha encontrado o grande amor da sua vida e que vocês estejam juntos há bastante tempo, com perspectivas de passarem o resto da vida juntos. No entanto, eu também sei que não é fácil se relacionar e, algumas vezes, com tantas preocupações que enfrentamos em relação a trabalho, carreira e família, é muito comum acabarmos deixando o relacionamento cair na rotina.

Mas a gente não quer que isso aconteça, não é mesmo? Deixar o relacionamento sempre para depois, adiando momentos românticos, conversas profundas e demonstrações físicas de afeto, pode acabar com o brilho e aquele sentimento gostoso que existe entre vocês.

Mesmo que a paixão desenfreada dos primeiros tempos já tenha se acalmado, existem algumas atitudes que os casais em um relacionamento fortalecido têm em comum e você pode começar a praticá-las hoje mesmo.

Parceiros unidos estão ali para o que der vier

Infelizmente, a vida sempre nos surpreende com acontecimentos bastante desagradáveis, como a perda do emprego, uma doença ou uma morte na família. Nessas situações, você consegue imaginar seu parceiro ao seu lado? E se fosse ao contrário? Você consegue se imaginar dando apoio incondicional ao seu parceiro nas horas mais difíceis?

Se você não tem certeza sobre a resposta para essas perguntas, este pode ser o momento de repensar o seu relacionamento. O apoio do parceiro é a base para a construção de um amor sólido.

Parceiros que se amam são generosos um com o outro

Você deixa de fazer suas coisas por alguns instantes para resolver algum problema para o seu parceiro? Ele se lembra de trazer seu doce preferido quando vai à padaria? Vocês tentam fazer o outro dar risada mesmo com coisas bobas

Esses pequenos gestos de generosidade são muito importantes para fazer a outra pessoa se sentir valorizada, principalmente quando vocês já somam algum tempo de relacionamento. Isso acontece porque a generosidade, em suas mais variadas formas, também é vista como amor.

Casais duradouros têm uma linguagem de amor própria

Não estamos falando daqueles apelidos íntimos e das piadas internas de vocês, embora essas coisas também sejam importantes. De acordo com Gary Chapman, autor do livro “As Cinco Linguagens do Amor”, todos nós podemos transmitir e sentir o amor de cinco formas: pelo toque físico, por meio de palavras de afirmação, pelos atos de serviço (ajuda nos afazeres), pelo tempo de qualidade e pela troca de presentes (cartões, lembrancinhas, flores).

Para que um relacionamento funcione, é preciso que vocês entendam a linguagem de amor que mais funciona para o casal. Conhecer a sua própria forma de se comunicar – e a forma do parceiro também – ajuda a fortalecer o relacionamento.

Parceiros amorosos se fazem presentes mesmo quando estão exaustos

Ouvir e prestar atenção no parceiro são fatores importantes na hora de demonstrar seu amor e respeito por ele, e ele por você. Isso inclui parar o que você está fazendo para receber o parceiro quando ele acaba de chegar, por exemplo, ou ele acompanhar você em um programa que você adora, mas que ele acha um pouco monótono.

Estar presente mostra que um parceiro valoriza as necessidades do outro e é capaz de colocá-las acima de seus interesses próprios.

Casais fortalecidos mantêm o romance aceso

Você já pensou que, se vocês continuarem fazendo o que faziam no começo do relacionamento, ele não chegaria ao fim? Claro, nós sabemos que a fase da paixão acaba passando depois de um tempo e que as obrigações do dia a dia às vezes atrapalham o clima de romantismo.

Apesar disso, é importante reservar algum tempo para que vocês possam desfrutar do sentimento que existe entre o casal e reviver algumas emoções dos primeiros encontros. Sair para jantar a dois, viajar por um fim de semana ou passar uma noite em um hotel legal na cidade mesmo são algumas ideias que vocês podem colocar em prática.

Colocar o parceiro e o relacionamento acima das obrigações do dia a dia é um bom caminho para fortalecer a união entre vocês – mas, é claro, isso só vale se a dedicação for mútua. Caso você perceba que somente você está disposto a fazer isso, talvez seja hora de repensar se esse relacionamento realmente vale a pena.

Via: Raquel Praconi Pinzon

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!