Segura essa bafo! No começo desse ano, bruxas americanas se reuniram para fazer um ritual, na tentativa de impedir Donald Trump e seus apoiadores de fazerem o mal. Inspirado por esse movimento, um tarólogo, bruxo e leitor de auras brasileiro realizou um ritual semelhante contra Michel Temer, com a intenção de “amarrar toda e qualquer ação maldita planejada por ele e seus parceiros”.

Isso aconteceu em março, e Eric Satine, o bruxo, viralizou nas redes sociais após uma matéria do jornal O Globo desta quarta-feira (17) revelar que Temer foi gravado em um diálogo comprometedor, procurando comprar o silêncio de Cunha.

Segundo o site Extra, Satine calculou no Facebook que o resultado do ritual provavelmente seria comprovado dali a 70 ou 72 dias. Ele fez esse post no dia 7 de março; 72 dias antes de 17 de maio, quando a matéria do O Globo foi publicada.

Já dá pra imaginar a gritaria que está nas redes sociais, né? A galera tá perplexa com o acerto de Satine. Em um novo post no Facebook, ele explicou que havia apagado a publicação de 7 de março, na qual falava do prazo para o seu ritual funcionar, tanto por causa das agressões que recebeu quanto porque ele percebeu que estava indo contra um conselho dado por sua avó, que lhe ensinou a arte da adivinhação: “‘nunca dê prazos estipulados ou datados'”.

Eric Satine ainda apontou que o ritual realizado pelas bruxas americanas contra o Trump também já está dando resultados. “As bruxas, meus amigos, elas são poderosíssimas”, afirmou.

Veja também:

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!