ATITUDE

Oprah cria reality show para pastor homofóbico e provoca a ira dos LGBT

A apresentadora Oprah Winfrey provocou a ira da comunidade LGBT nos Estados Unidos, após criar um reality show para  John Gray, um pastor cristão de Houston, Texas, que tem um pesado histórico homofóbico.

O religioso vai estrear a série documental “The Book of John”, com oito episódios, na OWN, emissora de TV da Oprah. A ideia é mostrar a vida de Gray como pregador e homem de família. A decisão de tornar a vida desse pastor em programa de TV irritou os defensores dos direitos LGBT, devido a uma série de posições anti-gay tomadas por Gray no passado.

Em 2013, por exemplo, Gray twittou que “a homossexualidade não é diferente de fornicação, adultério, mentira ou qualquer outro pecado”.

Em 2012, ele atacou a juíza lésbica Tonya Parker por se recusar a realizar casamentos até que o casamento gay fosse legalizado no Texas, escrevendo: “O juiz gay no Texas se recusa a fazer casamentos até que haja igualdade de casamento. Se um juiz hétero ou cristão tentasse o contrário, eles os demitiriam. ”

E em 2011 ele respondeu à notícia de que a CNN deveria divulgar um programa sobre bullying na escola dizendo “é melhor não ser apenas sobre garotos gays”.

Vale lembrar que Oprah sempre foi muito admirada por promover vozes LGBT ao longo de sua carreira. Ela mesma já foi vítima de ataques homofóbicos, sendo, inclusive, acusada de ser lésbica e manter um relacionamento secreto com sua melhor amiga Gayle King.

Em 1997, Oprah entrevistou a comediante Ellen DeGeneres sobre sua decisão de sair do armário. Isso foi revolucionário na época.

Presidenta dos Estados Unidos

No mês passado, Oprah virou manchete ao revelar que estava pensando em concorrer ao cargo de presidente dos EUA. “Nunca considerei a questão sequer uma possibilidade”, disse a apresentadora em entrevista à Bloomberg.

No entanto, ela disse ter mudado de ideia quando o bilionário Donald Trump , que nunca havia sido eleito para qualquer cargo anteriormente, se tornou o 45º presidente dos EUA. “Está claro que você não precisa de experiência do governo para ser eleito presidente dos Estados Unidos”, ponderou.

Vídeos relacionados:

Comentários

Sobre o autor

Nelson Sheep

Nelson Sheep

Editor-chefe no Superpride, youtuber, editor, produtor e diretor do canal Põe na Roda. Formado em Rádio e TV pela Universidade Anhembi Morumbi, trabalhou com jornalismo econômico por 6 anos e fugiu para o mundo dos blogs para estimular o pensamento dos outros. É um ouvinte de primeira.