A Apple é meio lerda pra algumas coias, mas também não brinca em serviço. Eles sabem que precisam impressionar o mundo nos próximos lançamentos e, pra isso, estão dedicados a resolver um dos maiores problemas do iPhone: a bateria.

Segundo a Bloomberg, a empresa teria colocado uma equipe de 80 engenheiros para desenvolver uma peça chamada “PIMIC”, um chip com um circuito integrado de gerenciamento de energia que ajudaria a aumentar a vida útil da bateria.

De acordo com os analistas do Bankhaus Lampe, uma das maiores queixas dos usuários do iPhone poderia ser solucionada a partir de 2019 com a inclusão dessa peça.

Atualmente, a Apple compra esse circuito para a bateria de uma empresa chamada Dialog Semiconductor e que provavelmente vai deixar de fornecer esse produto para a gigante da maçã, segundo o site.

A ideia é que a Apple comece a desenvolver o seu próprio chip, a fim de melhorar o tempo de duração da bateria, ao invés de depender de outras companhias para a fabricação de peças. Segundo os analistas, o novo chip está sendo desenvolvido pela Apple na Califórnia e em Munique, na Alemanha.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!