Embora seja considerado um problema pouco comum, a fratura peniana acontece. O ex-jogador de vôlei Giba, por exemplo, revelou em sua biografia “Giba Neles” que não disputou a fase final da Liga Mundial de 2000 por conta de uma fratura no pênis. Por isso, é sempre bom falar sobre o assunto e trazer algumas informações que podem manter sua qualidade de vida.

Segundo pesquisas, apenas um em cada 175 mil homens sofreram uma fratura peniana ao longo da vida e, em 80% dos casos registrados, elas ocorreram durante a relação sexual. Lembre-se também que existem ainda outras causas como quedas, masturbação e até mesmo enquanto o homem dorme.

Segundo os urologistas, a fratura peniana ocorre quando uma força externa é aplicada sobre os corpos cavernosos (estruturas do tecido erétil) durante a ereção. Ou seja, quando você fica de pau duro, a albugínea (capa protetora) se torna mais fina, deixando o rompimento mais propenso, por isso, qualquer força em excesso que cause curvatura do membro pode gerar sua ruptura.

E quais perfis masculinos estão mais propícios à lesão? Sem dúvida os homens que têm uma vida sexual ativa, especialmente aqueles com idade entre 27 e 35 anos e que são mais vigorosos durante a penetração e masturbação.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!