Já não é mais possível parar o advento dos smartphones, que já são responsáveis por reproduzir grande parte do conteúdo consumido na internet. Aqui no Superpride, por exemplo 86% dos nossos leitores navegam pelo site na tela do celular.

E quem está passando pelo mesmo fenômeno é a Netflix, que passou a considerar a possibilidade de disponibilizar filmes e séries com cortes diferentes para consumo em dispositivos móveis, de acordo com o diretor de produto da companhia, Neil Hunt.

Durante um evento realizado nesta quarta-feira (15), em São Francisco, na Califórnia, o executivo disse que o assunto tem sido debatido internamente. “Não é inconcebível que você pegue uma [cópia] master e faça um corte diferente para [dispositivos] móveis”, comentou ele, segundo reporta o mobilesyrup.

A ideia é tornar o material mais agradável de assistir no celular ou no tablet. Isso poderia ser arranjado através da edição, por exemplo, fazendo com que, nos dispositivos móveis, o filme ou série tenha mais foco em close-ups e deixe as cenas filmadas a distância para aparelhos como computadores e TVs, exatamente como a gente já faz no Youtube (veja no vídeo abaixo).

A Netflix revelou que o consumo mobile cresceu 25% no mundo todo ao longo do último ano, principalmente em países em desenvolvimento, como Índia e Brasil.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!