Famosos

“Não cansarei de ser uma aliada”, diz Katy Perry ao receber prêmio LGBT

A cantora Katy Perry finalmente recebeu o prêmio “Igualdade Nacional”, por seu trabalho em prol da comunidade LGBT. Na noite de sábado (18), a mana compareceu à cerimônia do Human Righs Campaign, em Los Angeles, e fez um discurso lindo, que emocionou geral.

“Honestamente, eu sou apenas uma cantora e compositora. Eu falo as minhas verdades e pinto as minhas fantasias nessas pequenas músicas pop. Por exemplo, ‘I kissed a girl and I like it’. A verdade seja dita, eu fiz mais do que isso. No entanto, como eu ia reconciliar isso com uma garota cantando gospel, em grupo de jovens, que eram campos de conversão?”, disse.

“O que eu sabia era que eu era curiosa e mesmo assim eu sabia que a sexualidade não era tão preto e branco como esse vestido [Rasario]. E, honestamente, eu nem sempre entendi direito, mas, em 2008, quando a canção saiu, eu sabia que estava começando uma conversa e boa parte do mundo parecia curioso o suficiente para também cantar junto”, contou a estrela.

Enquanto rezava na adolescência para que os gays ficassem longe da sua religião, Katy revelou que os seus pensamentos mudaram quando ela iniciou na música. “Eu encontrei meu presente e meu presente me apresentou a pessoas fora da minha bolha e minha bolha começou a explodir. Essas pessoas não eram nada como eu havia aprendido a temer. Elas eram as pessoas mais livres, fortes, amáveis e inclusivas que eu já havia conhecido”, finalizou Katy, que ainda se emocionou ao dedicar seu prêmio a Bradford Cobb, seu agente de longa data.

Veja também:

Comentários

Sobre o autor

Nelson Sheep

Nelson Sheep

Editor-chefe no Superpride, youtuber, editor, produtor e diretor do canal Põe na Roda. Formado em Rádio e TV pela Universidade Anhembi Morumbi, trabalhou com jornalismo econômico por 6 anos e fugiu para o mundo dos blogs para estimular o pensamento dos outros. É um ouvinte de primeira.