No Rio de Janeiro, o jovem Alan dos Santos Teixeira estava indo para o trabalho de BRT. Ao descer no Terminal Alvorada, ele foi ao banheiro e antes de sair, ao lavar as mãos, um segurança do BRT o agrediu: “Ele chegou já botando o dedo no meu rosto”, contou Alan.

Alan desfigurado após a agressão do segurança do BRT
alan

Ele explicou que o segurança o acusou de estar fazendo pegação no banheiro do Terminal, o que ele negou: “Ele chegou me agredindo e batendo. E nada justifica quase tirar a minha vida”.

Após a agressão, Alan registrou queixa na 16ª Delegacia de Polícia da Barra. A polícia ainda não ouviu a versão do segurança, mas um responsável pelo consórcio BRT afirmou à imprensa que Alan teria agredido o funcionário antes e não quis aguardar a chegada da polícia. Uma apuração interna foi aberta para apurar o ocorrido e avaliar o comportamento do segurança.

O delegado Marcus Vinicius Braga, que cuida do caso, disse que o segurança ainda será interrogado e as imagens das câmeras de segurança do Terminal Alvorada  deverão ajudar a solucionar o caso.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!