Segundo uma pesquisa da Universidade do Estado de Nova York, nos Estados Unidos, sexo oral em mulheres faz bem para a saúde de quem recebe e de quem faz. A conclusão foi feita com base nos hábitos sexuais de mais de 150 casais heterossexuais e lésbicos.

Os participantes foram divididos em dois grupos: um deles tinha a missão de fazer sexo oral mais frequente na parceira e, o segundo, de forma limitada. Os resultados foram surpreendentes: houve uma grande diminuição no nível de estresse e ansiedade, além da melhora da qualidade do sono e bem-estar do casal no grupo que fez sexo oral frequentemente.

Isso acontece, de acordo com a pesquisa, devido aos hormônios ocitonina e DHEA, liberados no casal durante a relação sexual. Eles são responsáveis por combater doenças cardiovasculares e por carregarem propriedades sedativas, que proporcionam relaxamento tanto para quem recebe, quanto para quem faz o sexo oral.

Nós do Superpride estamos ansiosos para saber qual o resultado em quem gosta de chupar pinto! Oras…

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!