Parece zoeira de internet, mas é verdade! Em dezembro de 2015, ministros holandeses confirmaram a legalidade de trocar aulas de direção por sexo. Não sei se você sabe, mas a prostituição é legal e regulamentada por lá.  A galera que se prostituí é considerada profissional autônoma, com direito de fazer propaganda em jornais, internet.

Mas o governo só resolveu discutir a situação de alunos que pagam a autoescola com sexo depois que os ministros dos Transportes, Melanie Schultz van Haegen, e da Justiça, Ard van der Steur, responderam uma pergunta apresentada no Parlamento por um membro do partido conservador União Cristã.

Os conservadores questionaram a legalidade do ato e pediram para banir esse tipo de prática, mas os dois ministros disseram que, apesar da atitude ser indesejável, oferecer aulas de condução com o sexo como forma de pagamento não algo é ilegal – desde que ambas as partes envolvidas sejam maiores de idade. Pra você ter uma ideia de como o tema foi discutido pela população loca, a troca de aulas de direção por sexo foi apelidada de: “um passeio por um passeio”.

Em uma carta ao Parlamento, os ministros disseram: “A iniciativa cabe ao instrutor de condução, e centra-se em oferecer uma lição de condução, com o pagamento previsto em atos sexuais. A prostituição é configurada quando um ato sexual é oferecido em troca de pagamento financeiro”. No entanto, Sentina van der Meer, assessora de imprensa do Ministério da Segurança e da Justiça, deu a seguinte declaração para a CNN: “É importante deixar claro que este não é um hábito comum por aqui”.

Como a gata disse, não existem dados sobre essa prática e nem a frequência que elas acontecem. Segundo o jornal Huffington Post, entretanto, as buscas online para aulas de direção na Holanda aumentara bastante nas últimas semanas.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!