A famosa jornalista Fabíola Reipert, que mantém um blog de fofoca no R7, foi condenada em segunda instância, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, por ter insinuado um caso amoroso entre o ex-jogador de futebol Raí e o apresentador da TV Globo Zeca Camargo.

A colunista vai ter que pagar uma indenização de R$ 72,4 mil ao ex-atleta. Além dela, também são réus no processo o R7 e o jornal O Dia, que republicou as informações.

A sentença foi assinada na última quarta-feira(5) por três desembargadores, mas ainda cabe recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

Para quem não lembra, a nota escrita por Fabíola foi publicada em 2012 e ela afirmava que a Rede Globo havia proibido os programas da casa de associar o nome de um belo ex-jogador de futebol e de um apresentador de TV. Ainda segundo Fabíola, o ex-atleta havia separado da mulher e ido morar com o apresentador, que ainda estava no armário.

Mesmo não citando nomes, a notícia viralizou na internet, fazendo referência ao Raí e Zeca. Na época, o sócio de Raí, Paulo Velasco, declarou que a “notícia é falsa, desrespeitosa e sem pé nem cabeça”. “Esperamos com isso (com o processo), além da retratação e indelização por parte dos responsáveis, colaborar para a construção de um jornalismo sério e verdadeiro”.

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!