Um adolescente de 14 anos foi brutalmente espancado dentro de uma escola pública na Vila Jamil, em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, na manhã da última quinta-feira (5).  Segundo informações do delegado que investiga o caso, o adolescente sofria preconceito e foi agredido por ser filho adotivo de um casal gay.

O garoto estuda na unidade de ensino desde os seis anos. Um irmão de 15 anos, que frequenta o mesmo colégio, presenciou a agressão. De acordo com o que os médicos relataram aos familiares, a vítima teve aneurisma cerebral e está em coma induzido. O estado de saúde é grave.

“Eu não sabia que meu filho sofria preconceito por ser filho de um casal homossexual. O delegado que nos informou. Estamos tristes e decidimos divulgar o que aconteceu para que isso não se repita com outras crianças”, disse Márcio Nogueira, pai do menino, em entrevista ao R7.

Dois dos agressores estiveram na casa da avó do estudante e se desculparam pelo ocorrido. Os pais da vítima registraram um boletim de ocorrência na Delegacia de Ferraz de Vasconcelos. O pai disse que pretende processar o Estado. “Eu estou pedindo muito que meu filho sobreviva a tudo isso, mas queremos também que a Justiça seja feita.”

[ATUALIZAÇÃO 10/03/2015]

Peterson Ricardo de Oliveira morreu na tarde da última segunda-feira (09. Saiba mais clicando aqui.

[Via Diario de S. Paulo e R7]

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!