LGBTfobia

Jovem gay, rejeitado por família evangélica, se joga de torre em Rondônia

19042013185543_RU7CV00SK7

O jovem Saulo de Assis Lima, de 23 anos, se jogou do alto de uma torre de telefonia no bairro Liberdade, na cidade de Porto Velho, na última sexta-feira. Ele ficou ali por mais de nove horas ameaçando se jogar.

Uma grande equipe do Corpo de Bombeiros foi deslocada para o local na tentativa de resgatar o rapaz. Às 16h o jovem se desvencilhou de um dos bombeiros que tentava salvá-lo e se atirou da torre de 70 metros de altura.

Instantes após a morte de Saulo, Victoria Angelo Bacon, ex-professora do jovem, postou um texto no Facebook esclarecendo os motivos poderiam ter levado o rapaz a cometer suicídio.

“Esse rapaz que se matou, Saulo, foi meu aluno aos 15 anos em 2005, que saudades, aluno simples, quieto, porém sempre perguntava a mim por que eu era tão grandona? A família dele o expulsou de casa por ser aidético e por ter sido homossexual…Certa vez na estrada de ferro Madeira Mamoré ele me disse (2012) que estava cansado de viver e que pedia todos os dias para que deus o levasse…A família dele evangélica não aceitou sua vida digo rotina e virou as costas para ele…Quem o ajudava era uma amiga que depois foi embora para Calama, algo assim, que consegui coletar…Descanse em paz Saulo…”, escreveu a professora.

Um popular, que estava no local, gravou o momento do suicídio. As imagens são chocantes e nós não recomendamos que você assista, caso seja sensível.

Sobre o autor

Nelson Sheep

Nelson Sheep

Editor-chefe no Superpride, youtuber, editor, produtor e diretor do canal Põe na Roda. Formado em Rádio e TV pela Universidade Anhembi Morumbi, trabalhou com jornalismo econômico por 6 anos e fugiu para o mundo dos blogs para estimular o pensamento dos outros. É um ouvinte de primeira.