Xiiii! Assim como Madonna quando voltou aos palcos com seu último trabalho, é a vez de Beyoncé ser atacada por meio mundo. Pega essa!

De acordo com o produtor Blangadesh, famoso por trabalhar com a negra mais amada pelas gays em músicas como “Diva”, a cantora costuma pedir para assinar os créditos de canções mesmo sem tê-las escrito. “Acontece todo o tempo. Nem sempre é uma coisa ruim. Às vezes, produtores doam batidas para artistas desconhecidos também (e não pedem créditos)”, disse ele em entrevista ao site de música “That Grape Juice”.

Segundo ele, artistas como Beyoncé e Usher podem trazer a atenção que a canção precisa. “Alguns produtores não ligam de dar certos créditos a artistas. Odeio ter que dizer isso, mas é a verdade”, acrescentou.

Bangladesh também aproveitou para falar de Britney Spears e elogiou a “humildade” da cantora quando o assunto é produção musical. “Conheço pessoas que compuseram para ela. Britney não pede por merda alguma. Se você escreveu, é sua. Ela canta e nada mais”, explicou. “Um quer ser mais que o outro. Mas estou falando por experiências que eu tive e escutei”, acrescentou.

Beyoncé já passou por uma saia justa com o cantor e produtor Ne-Yo, responsável pelo hit “Irreplaceable”. Em entrevista à “MTV americana”, ele ironizou o fato de a cantora ter falado em um show que “escreveu a canção para as suas fãs”.

“Aparentemente ela estava em um show e antes da música começar, ela falou isso. Mas eu escrevi a letra, eu escrevi a letra inteira. Beyoncé me ajudou apenas com a melodia, harmonia e o arranjo vocal – o que deu ela o crédito de co-escritora”, explicou.

Em 2011, no Twitter, Ne-Yo disse ainda que compôs a música para uso próprio, mas, ao perceber que o conteúdo não combinava com uma voz masculina, achou melhor passar para a mulher de Jay-Z. Após as declarações, o cantor, é claro, foi bombardeado de mensagens desrespeitosas feitas por uma legião de fãs da cantora no microblog.

 

Encontrou algum erro no post? Fale pra gente!